secom bahia

Arrow
Arrow
Slider

ASSISTA AS ENTREVISTAS TRANSMITIDAS AO VIVO

Youtube

chacaras porto fino only

rancho tres lagoas

agosto 2018
D S T Q Q S S
« jul    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  






:: ‘Cidades’

TRE-BA abre nesta quinta inscrições para concurso com salários de até R$ 10 mil

Maioria das vagas é para cidades do interior do estado. Prova é 20 de agosto

 

74026832557cd9838f32a43.83071950

Começaram nesta quinta-feira (6) as inscrições para concurso do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA). Interessados devem se cadastrar pelo site do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe/Cespe) até o dia 24 de julho. As provas acontecem no dia 20 de agosto.

Clique aqui para ler o edital completo

Ao todo, o TRE-BA oferece 41 vagas, sendo 16 para analista judiciário e 25 para técnico judiciário. Destas, 39 são para cartórios eleitorais no interior. Na capital, há duas vagas para cargos específicos. Os salários chegam a R$ 10.119,93.

As vagas para analisa judiciário pedem nível superior e se dividem em sete para área administrativa e nove para área jurídica. Para técnico jurídico, é exigido nível médio – são 25 vagas, das quais 23 para área administrativa. O edital ainda contempla um cadastro reserva. Na capital, as vagas são uma para técnico judiciário com especialidade em Eletricidade e Telecomunicações e outra para técnico judiciário, especialidade em Operação de Computadores.

As inscrições custam R$85 para analista judiciário e R$70 para técnico judiciário. Os vencimentos iniciais são de R$10.119,93, para nível superior e R$6.167,99, para nível médio.

Para outras informações, os interessados deverão entrar em contato com a Central de Atendimento do Cebraspe por meio do telefone (61) 3448-0100, ou endereço eletrônico [email protected] Também poderá ser enviada correspondência para Caixa Postal 4488, CEP 70842-970, Brasília/DF.

2 de Julho: fogo simbólico sai de Cachoeira em direção a Salvador

Ele será conduzido por homens do Exército e por atletas das cidades de Saubara, Santo Amaro, São Francisco do Conde e Simões Filho

 
2-de-julho (1)

O fogo simbólico, que faz parte das comemorações pela Independência da Bahia, saiu na manhã desta sexta-feira (30), do município de Cachoeira, no Recôncavo da Bahia. O fogo vai em direção ao município de Saubara.

Ele será conduzido por homens do Exército e atletas das cidades de Saubara, Santo Amaro, São Francisco do Conde e Simões Filho. A previsão é que o fogo simbólico chegue ao bairro de Pirajá, em Salvador, neste sábado (1º).

Leia mais: Cachoeira: polo político e estratégico da guerra pela independência da Bahia

A programação oficial segue no dia 1º de julho com a celebração do Te Deum, que este ano vai homenagear a historiadora Consuelo Pondé de Sena, que morreu em maio de 2015 e que era uma das incentivadoras da festa. Às 16h está prevista a chegada do fogo simbólico em Pirajá. Em seguida, será acendida a pira no Largo de Pirajá, com cerimônia de hasteamento de bandeiras e colocação de flores do túmulo do General Labatut.

Dia Festivo
Já no dia 2 de julho, no domingo, a celebração começa às 6h, com alvorada de fogos. O prefeito ACM Neto participa das comemorações, na Lapinha, a partir das 8h. A programação inclui o hasteamento das bandeiras, no Pavilhão Dois de Julho, às 9h, com a execução do Hino Nacional pela Banda de Música da Marinha do Brasil, nas presenças do governador Rui Costa, do presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Ângelo Coronel, e do presidente do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia, Eduardo Morais.

Na sequência, o prefeito e as demais autoridades prestam as homenagens no monumento do General Labatut, e assistem à apresentação dos carros emblemáticos do Caboclo e Cabocla, além do hino ao Dois de Julho, executado pela Banda de Música da Marinha do Brasil. Às 9h30, tem início o cortejo cívico, com uma breve parada em frente ao Convento da Soledade, na Ordem Terceira do Carmo, e na Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos. No fim da manhã, às 11h30, serão recolhidos os carros emblemáticos, com a retomada da programação pela tarde. O prefeito participa de todo o cortejo.

Após o desfile, ACM Neto retorna à programação às 15h, com a cerimônia cívica no 2º Distrito Naval, parte às 15h30 para solenidade na Câmara de Vereadores, e às 17h, no Campo Grande, com a chegada dos carros emblemáticos. O ato contará ainda com hasteamento das bandeiras do Brasil, Bahia e Salvador, colocação de coroas de flores no monumento ao 2 de julho pelas autoridades presentes e acendimento da Pira do Fogo Simbólico pelo atleta cabo da Polícia Militar da Bahia, José Francisco Rodrigues. Para o dia do cortejo, mobilizados 555 alunos da rede municipal de ensino, que integram as fanfarras que animarão o evento.

O tema das festividades deste ano para o Dois de Julho será Salvador – Marco da Independência, exaltando o papel da primeira capital do país na luta pela libertação do domínio português. As comemorações se encerram no dia 5 de julho, com a volta dos carros do Caboclo e da Cabocla para o Largo da Lapinha.

Anagé briga na justiça por território de Vitória da Conquista

 

A vizinha cidade de Anagé, que já pertenceu ao município de Vitória da Conquista, com o nome de Vila Nova, mantém no TJ/BA, uma  Ação Direta de Inconstitucionalidade impetrada pela Prefeitura de Anagé, em que pede que seja revogada  a Lei nº 12.564/2012 que atualiza os limites dos municípios que integram o território de identidade de Vitória da Conquista.

Uma decisão favorável a Anagé, a cidade de Vitória da Conquista pode perder cerca de 20 localidades da zona rural  que corresponde a uma população de quase 10 mil habitantes. Essas localidades estão na região de José Gonçalves a exemplo da Roseira, Catarina, Algodão, Visão, Boqueirão dentre outras.

Tribunal de Justiça

O Tribunal de Justiça da Bahia julgou procedente a Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) interposta pela prefeitura da cidade de Anagé. A prefeitura de Anagé visa aumentar a sua receita em R$ 200 mil com o Fundo de Participação dos Municípios (FPM). A PMVC recorreu da decisão.

Câmara Municipal

A audiência pública desta 5ª feira (4), às 8:30, foi uma iniciativa do mandato do vereador  Professor Cori (PT), que contou com apoio dos demais vereadores. A Prefeitura participará da audiência pública e sustentará a posição do prefeito Herzem Gusmão (PMDB) – que defende a manutenção do território em Conquista.

Entrevistados pelo programa Brasil Notícias da Rádio Brasil FM (107,7), o vereador Cori, e o ex-vereador Arlindo Rebouças, atual secretário da Agricultura e Desenvolvimento Rural, manifestaram opinião que o território em conflito continue a pertencer a Vitória da Conquista.

Fonte: BRG

Começa campanha de vacinação contra a febre aftosa na Bahia

Expectativa é de que mais de 10 milhões de cabeças de gado, entre bovinos e bubalinos, sejam imunizadas em todo o estado durante o mês de maio

Foto Seapec_Fotos Públicas
Foto Seapec_Fotos Públicas

 

A primeira etapa da campanha nacional de vacinação contra a febre aftosa será iniciada nesta segunda-feira (1º) na Bahia.

A expectativa é de que mais de 10 milhões de cabeças de gado, entre bovinos e bubalinos, sejam imunizadas em todo o estado durante o mês de maio.

O estado, que registrou o último caso da doença em 1997, possui o oitavo maior rebanho do Brasil e é considerado “zona livre” desde 2001.

A meta, em todo o país, de acordo com o Ministério da Agricultura, é medicar 198 milhões de animais, o que representa mais de 90% do total brasileiro, estimado em 215,5 milhões.

Para tanto, a medida será realizada ainda em outros 22 estados e no Distrito Federal.

Bahia.ba – Entrevista com José Ronaldo, prefeito de Feira de Santana

Zé Ronaldo desconversa sobre ACM Neto ser seu líder e quer concorrer ao Senado

João Brandão / Evilasio Junior / Luís Filipe Veloso
Foto: Mateus Soares/ bahia.ba
Foto: Mateus Soares/ bahia.ba

O prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho (DEM), não se mostrou surpreso com a lista do ministro-relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), que colocou no rol de investigados 31 políticos da Bahia (veja aqui e aqui), alguns dos quais seus aliados. “Todos os nomes ventilados aí já estão há seis ou oito meses no tititi, todo mundo comentando”, afirmou, em entrevista exclusiva ao bahia.ba.

Entre os citados está justamente o seu vice, Colbert Martins (PMDB), suspeito de receber recursos via caixa 2 para sua campanha à Câmara Federal em 2014. “A versão que ele me deu é que o que ele recebeu está registrado na sua declaração de prestação de contas da campanha. Tem lá o valor estipulado. Um valor, inclusive, bem superior ao que dizem que entregaram a ele posteriormente”, disse o democrata.

Ainda sobre Colbert, Ronaldo negou ter influenciado na decisão do peemedebista, que preferiu o cargo no município em detrimento a ocupar o posto de suplente da deputada Tia Eron (PRB), que retornou ao posto de secretária de Promoção Social e Combate à Pobreza de Salvador. “Ele fez a opção de continuar vice-prefeito e foi uma decisão pessoal dele. Eu não tive interferência nenhuma. Apenas perguntei a ele: ‘e aí, você vai para onde?’ Ele respondeu: ‘Vou continuar sendo vice-prefeito. Fui eleito e vou continuar vice-prefeito”, citou.

Sobre o gestor soteropolitano, ACM Neto (DEM), o chefe do Executivo feirense declarou ver potencial no correligionário para disputar o governo do Estado em 2018, mas refutou a tese de que ele é o principal líder do seu grupo político atualmente. “Eu diria que ele é um grande companheiro, entendeu? […] e acho que ele tem tudo para ser um líder político também. […] Para ele ser candidato a governador, só depende dele. Se ele realmente quer ser candidato a governador, ele tem partido, tem amigos, tem companheiros, tem tudo para ser. Sendo candidato a governador, ele tem tudo para se transformar em um líder político e eu não vejo dificuldades em fazer parte deste grupo onde ele será um líder”, argumentou.

Postulante derrotado ao Senado em 2010, o prefeito de Feira admite o interesse em novamente compor uma chapa majoritária: “Sim. Ninguém aqui pode ficar afirmando ‘dessa fruta não comerei’, não é, meu amigo? Política é uma coisa extremamente dinâmica. A vida é dinâmica, imagine política, né?”.

Confira abaixo a íntegra da entrevista no link do site bahia.ba:

http://bahia.ba/entrevista/nomes-ja-estavam-ha-meses-no-tititi-diz-prefeito-sobre-lava-jato/

Após promoção Arthur Mascarenhas Assumirá Batalhão de Policia no Estado

Tenente-Coronel Mascarenhas: Pronto para o comando do 19º BPM

dd1dd45276d39d1b4ePor Isaac Cabral

Na última sexta-feira (21/04), o Diário Oficial do Estado da Bahia publicou a promoção por mérito de Arthur Mascarenhas Fernandes, que de Major passa a Patente de Tenente Coronel e ganha ainda mais peso em sua atuação na Segurança Pública.

Cotado para o comando do 19º BPM de Jequié, Mascarenhas leva consigo a experiência de quem chegou em Vitória da Conquista ainda como aspirante a Tenente e já como oficial assumiu uma Delegacia de Polícia e o comando de uma Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM)

Promovido a Major, o guerreiro comandou uma das especializadas mais importante da Bahia, a CIPE Sudoeste/CAESG, e 16 anos depois é alçado à penúltima patente na carreira de Oficial Militar.

A editoria do Portal de Notícias Acarajé Com Pimenta cumprimenta e parabeniza o mais novo oficial de alto comando da Bahia e coloca-se à disposição dos serviços que honrem e garantam a segurança pública no Estado da Bahia.

Rodoviários, bancários e professores anunciam paralisação de 24h na sexta

Rodoviários vão garantir efetivo de 30% nas ruas, segundo sindicado - Foto: Edilson Lima | Ag. A TARDE | 01/02/2017
Rodoviários vão garantir efetivo de 30% nas ruas, segundo sindicado

Centrais sindicais estão anunciando uma greve geral em todo país na próxima sexta-feira, 28, contra as reformas propostas pelo presidente Michel Temer (PMDB), principalmente a previdenciária. Em Salvador, algumas categorias já confirmaram a participação no movimento, como os rodoviários e os bancários, que vão parar por 24 horas.

De acordo com o Fábio Primo, vice-presidente do Sindicato dos Rodoviários, a categoria definiu em assembleia nesta segunda, 24, que a paralisação começará a partir da 0h do dia 28. A intenção é que os trabalhadores cruzem os braços por 24h. “A orientação nacional é de greve durante toda a sexta, mas seguindo as normas da lei de greve. Por isso, teremos apenas 30% do efetivo transitando pela cidade“, explicou Primo.

Os professores da rede pública municipal e estadual também vão participar da mobilização, segundo Marilene Betros, coordenadora da APLB. Assim como fizeram no dia 15 de março, os docentes das escolas particulares devem seguir ao lado dos colegas da rede pública.

O coordenador do Sindicato dos Professores no Estado da Bahia (Sinproba), Francisco Pedro de Oliveira Júnior, explica que os trabalhadores fizeram uma assembleia no último dia 19, aprovando a participação. Contudo, apesar da definição dos professores, a paralisação de fato da categoria depende da suspensão das aulas em cada escola e a orientação do sindicato patronal (Sinepe) é que os colégios funcionem normalmente.

“Professores de algumas escolas já sinalizaram que as instituições vão paralisar, mas ainda não temos como confirmar. No último movimento, tivemos a participação de 64 escolas no estado. Esperamos que pelo menos essas paralisem”, explicou Francisco Pedro.

Comércio

Os comerciários também vão participar da greve geral, mas nem todas as regiões da cidade devem ser afetadas. De acordo com o presidente do Sindicato dos Comerciários de Salvador, Jaelson Dourado, a entidade pretende se concentrar em frente à Casa Itália, no Centro da cidade, de onde vai seguir para a avenida Sete, fechando as lojas da região.

Por enquanto, não estão previstos piquetes nos shoppings de Salvador. “No primeiro momento não vamos fazer, mas, se o movimento criar força, podemos ocupar os shoppings”, disse.

Apesar de aderir ao movimento, o sindicado dos frentistas não pretende impedir o acesso dos trabalhadores nos postos de combustível. “Vamos participar da greve, mas não tem deliberação para fazer piquete. Até porque o problema não é empresariado, e sim a condução política e econômica do país”, defendeu o secretário do Sindicato dos Trabalhadores em Postos de Combustíveis e Derivados da Bahia (Sinposba), Antônio Manoel Ferreira.

Outra categoria que será representada na paralisação, mas sem cruzar os braços, é a de policiais civis. O secretário do sindicato da categoria (Sinpoc), Bernardino Gayoso, explicou que a mobilização terá a participação apenas dos trabalhadores de folga para não afetar os serviços nas delegacias. “Quem estiver de folga vai participar de todos os atos. Também vamos panfletar nas delegacias, mas vamos cumprir o plantão”, antecipou.

Ferroviários e petroleiros

Já os ferroviários e petroleiros pretendem fazer atos mais contundentes. O presidente do Sindiferro, Paulino Rodrigues, disse que a categoria vai parar durante 24 horas o serviço da Companhia de Transporte da Bahia (CTB), que opera os trens entre a Calçada e o subúrbio de Salvador. Com isso, cerca de 10 mil passageiros ficarão sem o transporte nesta sexta.

Já o Sindicato dos Petroleiros da Bahia (Sindpetro), além de aprovar a paralisação na sexta, organiza um ato em frente ao edifício sede da Petrobras em Salvador, no Itaigara. A concentração deve começar a partir das 7 horas. À noite, a categoria volta a se reunir no Largo de Santana, no Rio Vermelho, para discutir a mobilização.

Assembleias

Os vigilantes vão fazer assembleia para chegar a uma definição. A discussão deve acontecer na quarta, 26, e na quinta, 27, mas Jeferson Fernandes, secretário do Sindivigilantes, antecipa que a tendência também é de paralisação de 24 horas.

O Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos da Bahia (Sincotelba) agendou uma assembleia para esta quarta, 26, às 18 horas, no Comércio, para definir se a categoria vai aderir ao movimento.

Greve geral

Ao contrário das outras paralisações de 24 horas promovidas contra as reformas de Temer, o movimento desta sexta em Salvador não tem atos agendados para a manhã. Algumas categorias isoladamente organizam ações no início do dia, mas de forma geral os trabalhadores de todos os setores só devem se reunir a partir das 15 horas, no Campo Grande. Portanto, o turno matutino deve servir para as entidades mobilizarem seus filiados.

Contudo, a rotina na cidade deve ser afetada pela manhã, por conta dos serviços paralisados, como bancos, trens e escolas.

A greve geral é organizada em todo país pela Frente Brasil Popular e tem apoio da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e da Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB). Eles protestam contra o corte de direitos trabalhistas, terceirização e reforma previdenciária.

O representante dos professores particulares, Francisco Pedro, explica que as mudanças no texto da reforma da Previdência para tentar atender a algumas categorias, como professores e policiais, não é suficiente.

“As propostas não afetam apenas os professores, ferem a todos trabalhadores. Já teve a aprovação da terceirização e outras propostas estão por ser aprovadas. Isso é o que há de pior para todos trabalhadores”, afirmou.

Fonte: A Tarde on Line

Em crise, 73 municípios já entraram em calamidade financeira

Em crise, 73 municípios já entraram em calamidade financeira

A dificuldade para pagar salários e honrar compromissos já levou pelo menos 73 municípios a decretarem estado de calamidade financeira desde o ano passado, 43 deles apenas em janeiro, segundo dados atualizados pela CMN. Com a medida, os prefeitos buscam se livrar temporariamente das punições previstas em caso de descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Mas, na prática, eles têm visto o decreto de calamidade como meio de pressão por negociações de socorro.

Dos municípios que decretaram calamidade agora em 2017, 14 são do Rio, 11 de Minas, quatro da Paraíba, quatro de São Paulo, três do Ceará, três do Rio Grande do Norte, dois de Santa Catarina, um do Pará e um do Rio de Grande do Sul. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Procurador da República pede suspensão de prova do Enem marcada para o final de semana

Oscar Costa Filho, do Ceará, ajuizou ação civil pública alegando que não podem ser aplicadas provas de redação com temas diferentes para cada data do exame

 

O procurador da República Oscar Costa Filho ajuizou na tarde desta quarta-feira (2) uma ação civil pública que pede a suspensão das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), marcadas para serem aplicadas neste final de semana (5 e 6 de novembro). De acordo com o site da Época, a ação foi distribuída para a 8ª Vara da Justiça Federal no Ceará. Costa Filho sustenta que não podem ser aplicadas provas de redação com temas diferentes para cada data do exame.

Veja lista das escolas afetadas pelo adiamento do Enem

O procurador não sugere qual decisão o Ministério da Educação deva tomar para realizar as provas de redação de uma só vez. Em razão de sua urgência,  a ação civil publica deverá ser julgada até sexta-feira (4).

Nesta terça-feira (1º), o Ministério da Educação anunciou que 191,4 mil inscritos terão as provas adiadas por conta da ocupação por estudantes de 304 locais de prova. Nesta quarta-feira alguns inscritos começaram a receber mensagens avisando sobre o adiamento da realização de provas para dezembro. O órgão afirma que têm condições de processar a análise dos resultados a tempo de os alunos utilizarem as notas para o Sisu e que um exame equivalente ao que será realizado neste final de semana será aplicado.

Resultado de imagem para vestibular resultado ebc

Foto: Arquivo EBC

“Lamentavelmente, (quem paga essa conta) vai ser o próprio governo federal. Bem que gostaríamos de dizer para as pessoas que estão monitorando esse movimento, dando uma cor política diferenciada, adoraríamos dar esse custo a essas pessoas, que desconfio não serem os alunos”, disse a presidente do Inep, Maria Inês Fini.

Na Bahia, 29.810 inscritos no Enem tiveram suas provas adiadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), por causa das ocupações em locais de prova. A lista dos 304 locais por todo o Brasil – 42 na Bahia – onde as provas foram suspensas foi divulgada na tarde desta terça-feira (1).

Através do site de petições online, estudantes se mobilizam para adiar a aplicação das provas para todos os candidatos. A estimativa dos estudantes é chegar a 20 mil assinaturas. Até o momento quase 14 mil pessoas já registraram a manifestação no portal.

“Tendo em vista a atual conjuntura, essa petição visa uma definição de data única a todos, para que não existam estudantes beneficiados ou prejudicados, nem que o princípio de ISONOMIA pregado pela prova seja ferido. Estamos tentando alcançar um grande número de assinaturas para que então seja enviado ao Ministério Público”, justificam os criadores da petição.

REFLEXÃO EM ARTIGO DE REPÚDIO

E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus

*Bacharel em Direito e Apóstolo de Cristo Paulo de Társis, escrevendo aos professos membros da Igreja de Cristo na cidade de Roma. (capitulo 12, versículo 02)

Oficina G3 é uma banda brasileira de rock, com temáticas cristãs, formada na cidade de São Paulo em 1987. – Os músicos são reconhecidos por suas proficiências em seus instrumentos,[3] estando frequentemente presentes em matérias de revistas especializadas em música. – [5] É atualmente composta por quatro integrantes: Juninho Afram (vocal e guitarra), o qual é o líder e único integrante da formação original, Duca Tambasco (baixo e vocal), Jean Carllos (teclado e vocal) e Mauro Henrique(vocal e violão).

(sítio eletrônicohttp://www.wikipedia.org.)

print-tambasc-12

No ultimo domingo fãs da Oficina G3 em todo o Brasil foram surpreendidos com a publicação do baixista da banda Eduardo Tambasco, relatando o que chamou de ROUBO de uma bolsa que ele mesmo admite ter esquecido em uma das cadeiras de um dos backstages do evento Conquista Adora Ao Senhor, realizado na noite de sábado (29/10), na abertura da 12ª Semana da Cultura Evangélica de Vitoria da Conquista-BA.

O que seria triste por si só tornou-se ainda pior, dada a maneira como o artista apresentou suas razões publicamente, sob o status de que se “Sentia em Paz”, diante da postagem no facebook, na qual tentou retratar precipitada, desrespeitosa e caluniosamente, o que afirma ter acontecido, conforme trechos que apresentaremos nesta reflexão.

O que deveria ser uma – aclamada – Nota de Repúdio às declarações do artista, tornou-se decididamente, após conversa entre equipes de produção, técnica, segurança, imprensa e de intercessão, uma merecida e necessária reflexão para todos. E assim, misericordiosamente, permitimos – por mais atacados que os citados em sua infeliz publicação tenham sido – cumprir a Lei de Cristo, como determinado em Romano 12:17-19 (A ninguém torneis mal por mal; procurai as coisas honestas, perante todos os homens. Se for possível, quanto estiver em vós, tende paz com todos os homens. Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira, porque está escrito: Minha é a vingança; eu recompensarei, diz o Senhor.)

Um desafio, diante das graves declarações do artista que, talvez acostumado com a gloria dos palcos e o êxito que a carreira musical lhe trouxe nos últimos 20 anos, tenha esquecido que seu sucesso não o faz dono da verdade e a sua opinião não sobrepõe as dos outros.

Eduardo intitula seu texto afirmando que foi ROUBADO.  O que em hipótese alguma pode ser aceito! O  Artigo 157, caput, do Código Penal define Roubo como ato de subtrair coisa móvel alheia, para si ou para outro, mediante grave ameaça ou violência a pessoa , isso não aconteceu e ele mesmo admite:

print-tambasc-3

A partir dai, segue lamentavelmente uma linha desastrosa e põe em cheque a integridade do que afirma. Sai no ataque generalizado aos profissionais do evento:

print-tambasc-4

Inaceitável por quaisquer dos citados a fala, que fere o princípio da presunção da inocência (ou princípio da não-culpabilidade), que estabelece o estado de inocência como regra e está previsto expressamento pelo artigo 5º, inciso LVII, da Constituição Federal, que preceitua que “ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória“.

Além disso, ao determinar quem possa ter cometido o crime que definitivamente não ocorreu, o artista incorreu em, segundo o Código Penal Brasileiro, crimes contra a honra, previstos nos artigos 138, 139 e 140:

Calúnia –  Art. 138 – Caluniar alguém, imputando-lhe falsamente fato definido como crime.

Difamação – Art. 139 – Difamar alguém, imputando-lhe fato ofensivo à sua reputação.

Injúria – Art. 140 – Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.

O artista se contradiz em diversos momentos e afirma que foram 5 minutos desde que notou seu esquecimento – ao contrário do ROUBO –  no entanto, vinte a trinta minutos após deixar o camarim de imprensa não retornou para questionar ou procurar o suposto pertence. É o que afirma o jornalista e também pastor, que coordenou a equipe de jornalistas que trabalhou em todas as entrevistas coletivas, bem como equipe que desmontou os equipamentos do camarim. “Desmontamos a estrutura e não havia nenhum único pertence alem dos equipamentos de imprensa e em cerca de vinte minutos ninguém retornou informando o acontecido“.

print-tambasc-4

A acusação indevida de ROUBO continua durante todo o texto e o artista mantém a presunção de culpa, ampliando seu alvo, e desta feita ainda mais drasticamente:

print-tambasc-6

Os alvos da acusação agora ampliados, alcançam a mídia! Os profissionais da mídia que divulgaram, participaram e cobriram o evento, trabalhando no backstage! A mesma mídia, de quem tiveram colaborativa participação e cobertura durante vinte anos, agora é atacada pelo artista casado com uma jornalista.

Estranhamente absurda, e que não julgaremos se numa atitude de preconceito com a cidade/estado/região, foi sua afirmação de que “sinceramente não tem esperança de encontrar a tal bolsa“, apos destacar o nome da cidade em p.s.  (post scriptum), usado em textos como uma estratégia retórica de quem escreve para depois de percorrer todo o corpo do texto, o leitor se deparar, com uma ideia posta em destaque.

print-tambasc-10

Ora, se é isso o que pensa o artista a respeito de Vitória da Conquista, do estado da Bahia e ou do Nordeste, porque aceita agendas nesses lugares?

print-tambasc-13

Quanto as reclamações do que chamou de “desgoverno no palco”, e “presságio da desgraça”, refutamos veemente sua afirmação! Se havia uma quantidade na qual ele mesmo se perde e não dimensiona seguramente, o baixista parece ter substituído a visão ministerial do negócio, e enxergar apenas a artística, onde o púlpito é trocado pelo palco e deve atender especificações técnico-artísticas e exigências particularizadas de quem o pode compor.

A JB Produções informa que a banda foi paga no cachê contratado. Em face do desrespeito público nos manifestamos, como profissionais, com repúdio às afirmativas do artista e exigimos o respeito que o reservamos em sua passagem pela cidade, ressaltando que quem não devolve um objeto encontrado comete crime de qualquer maneira. Este crime chama-se “apropriação de coisa achada”, cuja pena é de detenção de um mês a um ano ou multa, de acordo com o art. 169 do Código Penal.

Nos manifestamos, ainda, como irmãos de Fé no Senhor Jesus Cristo, a quem toda Honra, Louvor e Glória são devidos, e lamentamos o constrangimento de todos os citados e do artista também, ao tempo em que declaramos publicamente nosso perdão e ministramos enquanto produção, segurança e imprensa, toda sorte de bençãos para sua vida.

“Não vos amedronteis, portanto, com as suas ameaças, nem fiqueis alarmados; antes, santificai a Cristo, como Senhor, em vosso coração, estando sempre preparados para responder” (1 Pedro 3:14-15

Quase 30 mil têm provas do Enem adiadas na Bahia; veja lista dos locais

No Brasil, 191.494 farão a prova na nova data, 3 e 4 de dezembro

 

Na Bahia, 29.810 inscritos no Enem tiveram suas provas adiadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), por causa das ocupações em locais de prova. A lista dos 304 locais por todo o Brasil – 42 na Bahia – onde as provas foram suspensas foi divulgada na tarde desta terça-feira (1).

Se você ia fazer prova em um desses locais, só poderá fazer o exame nos dias 3 e 4 de dezembro. Ainda não está definido se a prova será aplicada nesses locais ou em outro lugar. Segundo o Inep, os inscritos desses locais vão receber um SMS explicando a situação. Qualquer dúvida, ligar para 0800 616161.
Embora no restante do país existe um equilíbrio de escolas e universidades ocupadas, na Bahia quase todos os locais pertencem a instituições de ensino superior. Os 42 locais, distribuídos por 25 municípios, somam 29.810 inscritos. O número equivale a 4,48% dos 664.697 inscritos no estado. A cidade com mais pessoas afetadas é Vitória da Conquista: 4.152. Em Salvador, são 3.810, espalhados por 6 locais de prova.

O prazo estabelecido pelo Ministério da Educação (MEC) para desocupação das instituições de ensino era até às 23h59 (horário de Brasília) desta segunda-feira (31). Hoje o Inep consolidou a lista dos locais de realização do Enem.

Brasil

Em todo o país, 304 locais de prova, em 126 municípios, ainda estão ocupados. Estes locais reúnem 191.494 inscritos, que vão precisar fazer a prova em dezembro. Em coletiva de imprensa na tarde desta terça (1), a presidente do Inep, Maria Inês Fini, comentou o assunto.

“Eu devo dizer a vocês que toda a equipe do Inep, que pensa no exame, lamenta profundamente a ansiedade que esses 191.494 jovens ainda manterão esperando mais um período para realizar a prova. Não é possível um tempo menor, em razão de toda essa logística de segurança que o exame exige”, afirmou Fini.

Entre preces e boatos crianças fugitivas são localizadas em São Paulo e já estão com a GCM

14731205_351123391902576_2778878711500942714_n

por Isaac Cabral

Vários rumores e comentários de todo tipo tem sido feitos por curiosos e pessoas inescrupulosas nas redes sociais à respeito de Gustavo e Rafael, desaparecidos desde a madrugada desta quarta-feira (26/10).

Cada informação inverídica causa transtorno às investigações, já que os policiais desviam sua atenção e foco da linha na qual trabalham para atenderem as possibilidades de confirmação das informações que transitam numa vastidão de hipóteses alheias.

As últimas são de que eles foram localizados vendendo bala na Rodoviária do Tiête em São Paulo e chamaram atenção pelo comportamento, quando abordadas pela Guarda Civil Metropolitana (GCM).

Entre uma e outra possibilidade e boato, há também aqueles que se comprometem espiritualmente com a causa e concentram contínua intercessão sobre a família e garotos.

As investigações, buscas e tentativas de identificação do homem filmado com os menores continuam independente da localização dos menores. Afinal, alguém os ajudou direta ou indiretamente a se deslocarem até a capital paulista!


digaí governador logo


calendario
new color

new color

sintravc

sintravc

hinode


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia